Notícias

SiBBr contrata equipe de desenvolvimento web e TI

O Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) abriu cinco vagas para profissionais de diferentes níveis das áreas de gestão web e suporte de informática. Os novos contratados irão consolidar a equipe do sistema, aprimorando ferramentas, processos e protocolos para facilitar a digitalização, publicação, integração e uso de dados sobre a biodiversidade brasileira disponibilizados pelo SiBBr.

Candidatos interessados têm até 03 de novembro de 2015 para se candidatar

Dos profissionais de desenvolvimento web - três vagas abertas para os níveis: júnior, pleno e senior, espera-se o desenvolvimento de diretrizes para novos sistemas, ferramentas e funcionalidades para o SiBBr, bem como a sua implantação. Já dos profissionais de suporte técnico, duas vagas disponíveis, espera-se o domínio de instalação e manutenção preventiva de servidores, máquinas virtuais (Vmware), sistemas operacionais, entre outros. Além do desenvolvimento e aplicação de novos módulos do SiBBr e proposições de melhorias para o sistema.

Todas as vagas são baseadas no escritório do projeto em Brasília (DF). As inscrições são online e os interessados podem obter mais informações em: www.sibbr.gov.br/oportunidades.

Sobre o SiBBr

Iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com suporte técnico do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e apoio financeiro do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), o Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) é o primeiro passo para o Brasil consolidar uma sólida infraestrutura nacional de dados e conteúdos em biodiversidade. O SiBBr é uma plataforma online que pretende reunir a maior quantidade de dados e informações existentes sobre a biodiversidade do Brasil. Seu objetivo é apoiar a produção científica e processos de formulação de políticas públicas e tomada de decisões associadas à conservação ambiental e ao uso sustentável dos recursos naturais, por meio do estímulo e facilitação à digitalização, publicação na internet, integração de dados de livre acesso e uso de informações sobre a biodiversidade brasileira.

João Gonçalves - Comunicação SiBBr