Notícias

Solos hospedam um quarto da biodiversidade do planeta, lembra ONU, em Semana Mundial

A Semana Mundial do Solo coincide com o Ano Internacional do Solo, comemorado em 2015, que tem como objetivo aumentar a conscientização sobre os benefícios, muitas vezes não reconhecidos, dos solos para a saúde e o desenvolvimento sustentável.

Foto: FAO/Olivier Asselin
Solos saudáveis são essenciais para a segurança alimentar.

Com o início das comemorações da Semana Mundial do Solo nesta segunda-feira (20), em Berlim (Alemanha), o diretor da Divisão de Solo e Água da Organização da ONU para a Alimentação e Agricultura (FAO), Moujahed Achouri, salientou a importância da saúde dos solos para a produção global de alimentos e a importância de priorizar a saúde dos solos nas políticas públicas.

"Se as necessidades primordiais da humanidade por segurança alimentar e nutricional, alívio das mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável devem ser cumpridas, os recursos do solo têm que receber a atenção mundial que merecem", afirmou Achouri. "Os solos são essenciais para alcançar a segurança alimentar e nutricional e têm o potencial para ajudar a aliviar os impactos negativos das mudanças climáticas."

Além de deter 95% da produção de alimentos, os solos hospedam mais de um quarto da biodiversidade do planeta, são uma importante fonte de produtos farmacêuticos, e desempenham um papel fundamental no ciclo do carbono, acrescentou. A degradação dos solos é estimada em 33% em nível global e as pressões adicionais colocadas sobre os solos estão atingindo limites críticos, com o potencial de ameaçar a segurança alimentar e levar muitas pessoas à pobreza, alertou.

A Semana Mundial do Solo coincide com o Ano Internacional do Solo, comemorado em 2015, que tem como objetivo aumentar a conscientização sobre os benefícios, muitas vezes não reconhecidos, dos solos para a saúde e o desenvolvimento sustentável.

Por ONU Brasil