Notícias

Comitiva chinesa conhece ações de preservação ambiental do Inpa

Chineses vieram conhecer a política brasileira em relação a desmatamento e incentivos de reflorestamento na Amazônia

Representantes chineses realizaram, na manhã de quarta-feira (4), uma visita ao Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) com objetivo de estreitar e fortalecer uma futura parceria com o Brasil.

Divulgação/Inpa
Comitiva conheceu a Coleção de Madeiras, que é uma das mais importantes coleções do mundo
com madeiras da Amazônia

A visita teve o objetivo de apresentar aos chineses a política brasileira em relação ao desmatamento da floresta e, principalmente, incentivos para fazer o reflorestamento na Amazônia.

A comitiva, formada por 11 membros do governo chinês, foi recebida pelo coordenador de Extensão (Coex/Inpa), Carlos Roberto Bueno. Os chineses visitaram o Bosque da Ciência, onde puderam conhecer de perto a biodiversidade existente no local, além da Casa da Ciência, que retrata um pouco de cada projeto que o Instituto desenvolve.

"Eles ficaram impressionados com o que viram e o governo chinês está de portas abertas para o Inpa", disse Bueno, acrescentando que a intenção dos chineses era conhecer as ações e estratégias que o Instituto realiza em relação à preservação do meio ambiente, considerando a diversidade e a cultura existentes na Amazônia.

Durante a visita, a comitiva também conheceu a Coleção de Madeiras, que é uma das mais importantes do mundo com madeiras da Amazônia. O acervo é composto por cerca de 10.500 amostras catalogadas, sendo 80% representadas pela flora amazônica e 20% provenientes de permutas e trocas com outras instituições.

O tecnologista sênior do Inpa, Francisco Vasconcellos, um dos responsáveis pela Coleção de Madeiras, explica que o Inpa mantém intercâmbio científico e cultural com outras instituições internacionais e nacionais de pesquisa e de ensino, fazendo a troca e permuta de madeiras, lâminas, microfotografia e macrofografias.

Por Portal Brasil - Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia